Missão internacional – Em viagem para participar do G-20, Maggi encontrou dirigente da Comissão Europeia

Na reunião, realizada em Berlim, trataram de interesses comerciais e de regras fitossanitárias

Em encontro com Vytenis Andriukaitis, comissário de Saúde e Segurança Alimentar da União Europeia, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, discutiu nesta quarta-feira (19), em Berlim, pauta comercial de interesse dos dois mercados. O representante da Comissão Europeia, braço executivo da Comunidade formada por 28 países, admitiu ao ministro a importância de chegar a normas sanitárias e fitossanitárias “mais amigáveis”. Vytenis destacou a importância do Brasil no Mercoul e o interesse em estreitar as relações com o bloco econômico.

Maggi defendeu que eventuais mudanças de padrões de consumo em itens da pauta de comércio bilateral sejam sempre feitas com períodos de transição a fim de garantir aos produtores a continuação da atividade econômica. E ouviu de Vytenis que os europeus são parceiros confiáveis e que não restam dúvidas de que haveria, sim, prazo para adptações.

“Nossa preocupação sempre é de proteção ao meio ambiente e também com a renda dos produtores e com a necessidade de fornecermos alimentos no volume que o mundo precisa”, disse o ministro. “Todas as mudanças, quer sejam por motivações científicas ou políticas, no momento em que vierem, devem ser pautadas para que o sistema se rearranje e sobreviva às mudanças”, frisou.

O ministro apresentou dados sobre a preservação ambiental no país, como a manutenção de 61% do território brasileiro com florestas nativas, de 8% com reservas indígenas, sendo que o uso para pecuária alcança 19,7%, e, para agricultura, 8%. "O setor agropecuário olha para o futuro para que seja sustentável, diferentemente do que se fala", frisou. E fez questão de frisar ser um defensor do livre comércio.

Comentou o avanço da rotulagem de produtos, que agora, são de responsabilidade do empresário, cabendo ao governo apenas a tarefa de fiscalizar se está tudo sendo feito de maneira correta. A regra se estende produtos estrangeiros, explicou.

Vytenis Andriukaitis,  disse, em relação a regras fitossanitárias, considerar importante encorajar outros países para que estimulem pesquisas e para que tenham disgnósticos rápídos, além de fazer uso prudente na área de prevenção. O tema, incluindo vacinas e resistências microbianas, enfatizou, deveriam ser debatido no G-20, a fim de “unir as forças”. Blairo Maggi participará de reunião dos ministros da Agricultura de países integrantes do G-20, no próximo domingo (22).

Em missão ao exterior, Maggi participará também da 9ª Conferência de ministros do Fórum Global para a Alimentação e a Agricultura (GFFA), em Berlim, no sábado (21).

Mais informações à imprensa:

Coordenação-geral de Comunicação Social

Fonte : Mapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *