Governo argentino prevê área plantada de milho de 4,97 mi de hectares

Plantio deve ficar estável em comparação ao ciclo passado, de acordo com o Ministério da Agricultura do país

por Agência Estado

 Shutterstock

Argentina é o segundo maior exportador mundial de milho

A área plantada com milho na Argentina deve ficar praticamente estável neste ciclo ante o último, de acordo com relatório semanal Ministério da Agricultura do país. O governo argentino projeta que as lavouras somem 4,97 milhões de hectares, uma ligeira queda ante os 5 milhões de hectares cultivados no ano anterior.
É a primeira estimativa divulgada pelo Ministério, que costuma esperar o relatório mensal para fazê-lo. A Argentina é o segundo maior exportador mundial de milho e, até agora, 1,21 milhão de hectares foram plantados com o grão, segundo o governo. As condições são boas após uma série de chuvas nas últimas semanas.
Por outro lado, analistas preveem uma queda significativa da área plantada com o cereal no próximo ciclo devido aos custos altos dos insumos e porque os agricultores devem migrar para a soja, mais rentável.
Segundo a Bolsa de Cereais de Buenos Aires, a área deve recuar 12% na comparação anual, para 3,4 milhões de hectares. A maioria dos 470 mil hectares perdidos pelo milho deverão ser plantados com soja, acrescentou. A projeção da bolsa não inclui o milho cultivado para uso em ração animal, ao contrário da previsão do governo.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *